Como aumentar a taxa de conversão da Landing Page

Atrair o público alvo para a landing page, é, por vezes, uma tarefa realmente árdua. Trata-se de investimento em design, conteúdo atrativo, anúncios e até a criação de promoções envolvendo os produtos e serviços para tornar tudo ainda mais atrativo.

Contudo, esses indivíduos podem simplesmente clicar em seu anúncio e não gerar nenhum rendimento para o seu empreendimento. Isso se dá porque, ao entrar em sua landing page, o indivíduo não teve a sua atenção devidamente, desculpe a expressão, manipulada.

Atrair os leads para o seu site são uma coisa, fazê-los comprar o seu produto ou consumir o seu conteúdo é algo deveras diferente e ainda, caso você não consiga nenhum desses feitos com a sua página, implica dizer que você está tendo prejuízo e que essa situação deve ser contornada imediatamente.

É nesse sentido que preparamos esse texto, para te ajudar a aumentar a taxa de conversão da sua landing page e, consequentemente, aumentar a sua lucratividade! Continue lendo e saiba mais sobre esse assunto.

Conceitos Básicos: do início ao fim

Antes de nos aprofundarmos mais nessa temática, precisamos entender o que alguns dos termos que usaremos significam e qual a sua importância para o assunto em si.

  • Lading Page: também chamadas de páginas de destino, essa são sites idealizados para transformar o tráfego em leads.
  • Leads: o lead é a pessoa que entra no seu site (parte do tráfego), contudo, a diferença entre essa e as demais é que ela manifestou interesse, de alguma forma, nos produtos ou serviços disponibilizados na landing page;
  • Conversão de leads: a taxa de conversão é uma métrica muito importante e amplamente utilizada para a avaliação do marketing da empresa. O lead é “convertido” quando o mesmo passa de interessado para cliente.

Esse são os 3 termos mais importantes que você deve estar por dentro para entender esse texto por completo.

A importância da geração de leads

De maneira geral o processo segue o seguinte fluxo: primeiro uma pessoa aleatória é atraída a sua landing page, essa demonstra interesse, virando um lead. Uma vez convertido, esse lead se torna um cliente, e esse cliente, se satisfeito com o produto comprado ou o serviço contratado, virará um divulgador da sua marca.

A conversão de um lead é importante não somente pelo lucro imediato, mas pelo poder de divulgação que esse pode assumir, afinal, um testemunho vale mais que mil anúncios. Mas, o que configura um lead em si?

O lead é gerado quando informações que abram a possibilidade de contato futuro são fornecidas. Essas podem ser nome, e-mail, telefone, etc. Isso normalmente ocorre em troce de algo, a disponibilização de e-books grátis, por exemplo, é uma forma muito explorada para geração de leads. Outras formas são: guia, template, planilha, checklist, trial ou até mesmo um diagnóstico gratuito.

Dicas para aumentar a taxa de conversão dos seus leads

A taxa de conversão é uma das métricas mais importantes quando se trata de marketing. De nada adianta ter milhares de leads e somente uma pequena fração deles realmente têm interesse em seus produtos e/ou serviços.

Nesse sentido, separamos algumas dicas inestimáveis para dar um boost na sua taxa de conversão de leads, basta continuar lendo.

  1. Simplicidade é tudo

Há quem pense que uma landing page cheia de informação realmente é algo atraente, mas, sendo o mais direto possível, não é nada atrativo e é uma das principais causas que a maioria do tráfego nem chega a se tornar lead.

Quanto menos opções seu site tiver, mais provável que alguém realmente leia até todas as opções. Esse é um fato comprovado, nada de divagar com um conteúdo prolixo, seja direto e o mais conciso possível.

Claro, isso não quer dizer que que as páginas devem voltar 70 anos no tempo, você pode apostar em algo simples, contudo, com todos os itens necessários para a captura de leads. Assinaturas para newsletter e chats online são bons exemplos.

  1. Elabore formulários curtos

Se você já abriu um site e ele te pediu até o nome da sua tataravó para fazer algum tipo de cadastro provavelmente você fechou a página imediatamente. Somente para começar, esse tipo de formulário extenso não inspira confiança e depois ninguém se dá ao trabalho de preencher todas essas informações, não importa o quanto o consumidor queira consumir o conteúdo produzido.

Tente limitar-se a itens como nome, e-mail e mensagem (quando necessário), a depender do produto comercializado o cargo do profissional também pode ser uma informação muito interessante para um contato posterior ainda mais personalizado, contudo, muito mais informações que essas não são aconselháveis

  1. Design

Ninguém gosta de entrar em uma página e se sentir como se estivesse acessando um site da época da internet discada. Dessa forma, invista em um bom web designer, o que não falta são templates simples, elegantes e interessantes para segurar o seu lead.

Uma mistura de títulos simples e diretos com as cores certas para o seu público alvo e conteúdo de qualidade são mais que suficientes para chamar a atenção. Mas não vamos esquecer também de botões evidenciados que levam à troca de página e avanço no funil de vendas.

  1. Call to action

Os call to action (CTA), são aquelas frases curtas e que te levam a realizar uma ação na página. Essas sevem para incentivar o visitante a baixar um arquivo, inserir o e-mail para “saber mais” ou mesmo fechar a comprar clicando sobre o “compre agora”.

É uma estratégia bastante efetiva desde que aplicada no lugar certo!

 

Essas são somente algumas dicas, mas que já dão bastante trabalho para se colocar em prática. Sendo assim, mãos à obra e vamos trabalhar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *